Setup – parte 2

Segunda parte

Na segunda parte, continuarei com a seleção dos ativos, mas aqui eu usarei a lista que foi filtrada pela exclusão dos ativos conforme regras listadas na parte 1 para definir quais ativos estarei de olho.

Como meu setup é visando longo prazo, eu utilizo gráficos semanais para a análise. Daqui pra frente, sempre que mencionar qualquer coisa sobre gráficos, é considerando essa periodicidade. Em alguns momentos utilizo o gráfico diário em conjunto. Quando isso ocorrer, eu deixarei claro essa diferença.

É muito importante eu mencionar também que daqui pra frente, todos os indicadores e seus parâmetros, entrada, stop loss, stop móvel e outras regras foram selecionados após centenas ou milhares de backtests automatizados, testando muitos indicadores, parâmetros e combinações em centenas de ações da Bovespa. Até o fim de 2016 eu tinha definido meu setup através de backtests manuais em algumas dezenas de ativos e com poucas combinações de parâmetros e indicadores. A partir dessa data, todas as regras escolhidas tem um respaldo maior vindo de testes maiores e mais completos. Para a escolha do melhor resultado foram analisados principalmente uma combinação de lucro, drawdown máximo (rebaixamento da curva de capital) e profit factor (soma das operações de lucro dividido pela soma das operações de prejuízo).

A taxa de acerto da estratégia é de 40% a 45%. Essa taxa é o percentual da quantidade de operações com lucro com relação à quantidade total de operações, ou seja, a estratégia mais erra do que acerta. Isso é normal em estratégias do tipo trend following (seguidoras de tendência), porém é normal também que as perdas sejam pequenas e os ganhos muito maiores, por isso a matemática do mercado funciona.

Vou dividir essa segunda parte em algumas subseções para facilitar.

a) Força Relativa (FR)

O principal filtro para a seleção das ações que uso é a Força Relativa (NÃO é o IFR!). Ela pode ser utilizado como filtro para pegar as ações que mais estão performando. Ele varia de 0 a 100 e mede qual a performance de uma ação com relação a todas as outras. Essas outras pode ser todas da bolsa, todas do IBOV (não recomendo) ou todas que você monitora. Como meu software não tem todas as ações da bolsa, tem entre 300 e 400, eu faço o cálculo entre essas.

A performance é o percentual de variação em um determinado período, eu uso de 26 semanas (aproximadamente 6 meses). Então se por exemplo uma ação que mais subiu em 6 meses, foi 130%, então ela será FR = 100. Se uma ação está com FR = 94, significa que ela está acima de 94% das ações em termos de rendimento, só teria 6% das ações da lista que renderam mais que ela.

Eu prefiro comprar ações de empresas mid caps ou small caps, que são empresas de menor porte e, consequentemente, com mais margem de crescimento e valorização das ações. Raramente compro ações blue chips. Comparando o percentual que a ação variou nos últimos 6, eu escolho as que estão dando melhor resultado percentual, as mais fortes.

Quando uma ação está forte, ela sobe independente da bolsa. Se a bolsa está de lado ou caindo, não importa, a ação pode subir mesmo assim. É nessas horas que vemos a força de uma ação. Em 2010, enquanto o IBOVESPA ficou praticamente de lado, com variação de aproximadamente 0%, a HGTX3 teve uma subida impressionante, variando em torno de 170%! E ações fortes assim, que sobem independente do IBOV, sempre existem, basta procurar! Eu uso o Metastock para pegar essas duas variações de todas as ações, poupando muito tempo de análise. Veja os dois gráficos abaixo.

estrategias_setup_forca_acao_ibov_2010

estrategias_setup_forca_acao_hgtx3_2010

Eu uso o filtro do FR maior ou igual a 90 e só opero as ações que estiverem nesse seleção. Eventualmente dependendo da situação do mercado, se as ações mais performáticas não entrarem no meu filtro devido a outros filtros (falta de liquidez, preços baixos, etc), eu posso reduzir esse filtro do FR para 87 ou 85 por exemplo.

Eu gero o valor do FR para as ações utilizando o Excel.Eu faço da seguinte forma: coloco a ação e o rendimento dos últimos 6 meses de cada uma. No exemplo abaixo, a coluna onde está o rendimento é a “D”. Para calcular a FR da linha 5, faço da seguinte forma:
=(CONT.NÚM($D$2:$D$400)-ORDEM(D5;$D$2:$D$400))/CONT.NÚM($D$2:$D$400)*100

Você pode baixar uma planilha com exemplo do cálculo aqui.

Outra opção para o cálculo do FR é utilizar um script que eu desenvolvi para Metatrader 5 que gera o FR de todas as ações que fores escolhidas. Mais detalhes sobre o script estão nessa página.

Tem ainda opções de sites que fornecem a informação da performance das ações nos últimos 6 meses, que é chamada de Stock Screener, um painel com diversas informações importantes, bem como filtros, de todas ações. Um exemplo é o site https://br.tradingview.com/screener/. Para calcular o FR seria necessário filtrar todo grupo de ações da Bovespa tirando eventuais ativos que não façam parte e estejam na lista, como opções e mercado fracionário, e depois calcular o FR com a fórmula acima.

b) Parabolic SAR

O Parabolic SAR é um indicador de tendência que quando os preços estão acima do indicador indica tendência de alta e quando os preços estão abaixo do indicador indica tendência da baixa. Pode ser utilizado para operações de reversões de tendência, que é quando o indicador está acima dos preços e muda para baixo, indicando um possível início de tendência de alta. Também pode ser utilizado como stop móvel, ajustando o stop para o nível do indicador abaixo dos preços, que vai subindo a medida que os preços sobem.

No meu setup eu utilizo somente como seguidor de tendência, ou seja, vou selecionar as ações onde os preços estão acima do indicador, mostrando tendência de alta. Os parâmetros que utilizado são: passo = 0,02 e valor máximo = 0,10.

Segue alguns exemplos do Parabolic SAR junto com os preços:

estrategias_setup_parabolic_sar_hgtx3

estrategias_setup_parabolic_sar_vlid3

estrategias_setup_parabolic_sar_estc3

c) Média Móvel

As médias móveis (MM) são indicadores de tendência e são intrumentos simples, práticos e eficazes para verificar se uma ação está em tendência ou não. Talvez seja o indicador de tendência mais utilizado no mundo. Ela basicamente é a média de preços dos últimos N candles, onde o período N a pessoa define. Quanto menor o período da MM mais próximo dos preços ela tende a ficar e mais rápida ela reage com as mudanças dos preços. Quanto maior o período de cálculo, mais longe ela tende a ficar dos preços especialmente em tendências fortes e a reação dos preços com relação às mudanças dos preços fica mais lenta. Se a MM está virada para cima indica tendência de alta (de curto, médio ou longo prazo, dependendo do período da MM), se a MM está virada para baixo indica tendência de baixa.

Eu uso Média Móvel simples (aritmética), mas quem preferir pode usar com cálculos exponenciais ou outro tipo. Eu uso somente a MM de 9 períodos nos meus gráficos para complementar os filtros e indicadores anteriores. A regra é que a MM9 esteja subindo e que os preços (fechamento do último candle) estejam acima da MM9.

Segue alguns exemplos de tendências de alta e a relação dos preços com a MM9:

estrategias_setup_mm_hgtx3

estrategias_setup_mm_vlid3

estrategias_setup_mm_estc3

 

Clique aqui para continuar para a parte 3.

 

Anúncios
  1. 3 de maio de 2016 às 19:07

    Boa noite, Rodrigo!
    Comecei a estudar sua estratégia e fiquei com uma dúvida com relação à FORÇA RELATIVA (FR).

    Isso é um indicador que você criou? Ou ele já vem pronto no Metastock?

    Eu não entendi esse parágrafo:
    “Eu gero o valor do FR para as ações utilizando o Excel.Eu faço da seguinte forma: coloco a ação e o rendimento dos últimos 6 meses de cada uma (e repito para o rendimento dos últimos 12 meses). No exemplo abaixo, a coluna onde está o rendimento é a “D”. Para calcular a FR da linha 5, faço da seguinte forma:
    =(CONT.NÚM($D$2:$D$400)-ORDEM(D5;$D$2:$D$400))/CONT.NÚM($D$2:$D$400)*100”

    Você pode explicá-lo melhor? em outras palavras? Não entendi quando vc diz que “eu gero o valor do FR…”. Como assim VC gera? achei que o indicador que fizesse a comparação com as outras ações e te desse o valor do FR.

    Atenciosamente,
    Gustavo Altoé

    • 5 de maio de 2016 às 11:14

      Fala Gustavo!

      O FR não é bem um indicador, ele funciona como um ranking das ações baseado da sua variação de preços, então ele não vem pronto no Metastock.

      Eu gero o valor do FR através da fórmula de comparação dos rendimentos individuais de cada ação, deixando as que tem rendimento maior com FR maior. Preciso usar essa fórmula acima pois é justamente o que faz essa comparação de valores e dá um valor em forma de ranking, sendo 100 o maior e 0 o menor.

      Como ele é um cálculo que envolve a comparação da variação dos preços de várias ações, acho que nem seja possível fazer no Metastock, por isso faço no Excel.

      Te mandei uma planilha com exemplo de cálculo no seu e-mail, veja se entende.

      Abraços!

      Rodrigo Sibin Lichti

  2. nobrejp
    7 de maio de 2016 às 9:02

    também não entendi essa fórmula, copiei e coloquei no excel aqui e não funcional. Se poder enviar para o meu e-mail, agradeço.

    • 8 de maio de 2016 às 10:42

      Opa, mandei no seu e-mail também. Deixei o link para download aqui nessa página na seção do FR para facilitar.
      Abraços!

  3. Tulio Santos
    11 de julho de 2016 às 0:09

    Fala Rodrigo, você tem alguma planilha com o calculo do ADX? Cada site fala de um modo diferente de calcular

    • 11 de julho de 2016 às 9:37

      Fala Tulio, eu não faço o cálculo do ADX manualmente, o Metastock já tem esse indicador, assim como a maioria dos softwares, eu só exporto o valor dele para a minha planilha para analisar. Seu software não tem?

  4. WESLEY RAMOS
    13 de outubro de 2016 às 13:05

    Caro Rodrigo, primeiramente quero parabenizá-lo pelo brilhante trabalho. Sua iniciativa de compartilhar seus conhecimentos e experiências muito acrescenta a todos, em especial a mim, um projeto de trader. rsrsrsr

    Tenho estudado bastante para enfrentar o mercado com um pouco de êxito, iniciei a parte operacional trabalhando com os canais de Donchian no Amibroker. Gostei do programa pois ele dá infinitas possibilidades de fórmulas escritas pelo usuário. Você ja mexeu com O Amibroker e Canis de Donchian? Qual a sua opinião sobre essas ferramentas?

    Seu site foi fundamental para que pudesse estruturar um setup e começasse a operar de verdade (estou com um lote da MGLU3). Incorporei suas sugestões de ferramentas (ADX14 ATR15) nos meus gráficos para conferir as duas estratégias. O que tem dados certo.

    Contudo, em alguns papeis, por exemplo FLRY3 que voce registou um ADX de 71, no meu sistema estou registrando um ADX de 28,39. Você teria alguma ideia do porquê disso?

    Outra coisa você ja pensou em automatizar o cálculo da FR? Vi que muitas pessoas escrevem formulas para o Amibroker. Será que não teríamos uma compilação para isso em algum lugar? Como a Força Relativa é conhecida em inglês? É sempre mais fácil de achar alguma coisa em inglês, contudo nas minhas pesquisas ainda não obtive sucesso nesse ponto.
    Muito obrigado por tudo e mais uma vez parabéns!

    • 14 de outubro de 2016 às 21:55

      Fala Wesley! Muito obrigado!

      Está certo, tem que estudar bastante mesmo, o mercado não é mole não!

      Nunca mexi com o Amibroker mas é bem famoso, muita gente fala bem. Eu uso o MetaStock e o MetaTrader5, este último muito robusto, podendo criar o indicador que quiser e também programas robôs para operar automaticamente e também para fazer backtests bem precisos.

      Os canais de donchian são bem simples, e é basicamente o que eu uso nas minhas operações de position trade que descrevo aqui no blog. O Donchian é o nível máximo e mínimo das últimas X barras, formando um canal de suporte e resistência. Bem úteis sim, já usei até para day trade. É uma forma simples e objetiva de traçar os suportes e as resistências.

      O ADX eu uso de 14 períodos e no gráfico semanal, confira se está utilizando da mesmo forma. E dependendo da plataforma são traçadas as linhas DI+ e DI- junto, mas o que tem que olhar é o ADX somente.

      No passado pensei em automatizar sim, mas na época não achei nada no MetaStock, e era o único software que utilizava, porque é uma relação entre ativos e aí que complica. Aí coloquei no Excel e a fórmula é feita facilmente, aí nem procurei pra refazer, já está tudo pronto e atualiza rapidão uma vez por mês.

      Essa Força Relativa em inglês é Relative Strength e eu aprendi no livro “How to Make Money in Stocks: A Winning System in Good Times and Bad” de William J. O’Neil.

      Abração e bons trades!

      Rodrigo

    • 16 de outubro de 2016 às 18:34

      E bacana que você tenha comprado MGLU3, ela está excelente!

  5. EDUARDO L. ZONATTO
    15 de outubro de 2016 às 18:45

    Olá Rodrigo, boa noite!! Parabéns pelo excelente trabalho!!!
    Fiquei com uma dúvida. Você seleciona ações com FR acima de 90 ok, mas sempre nos dois períodos 6 e 12 meses?? Ou tem alguma exceção, ex: FR de 6 meses = 98 e FR de 12 meses = 80, vc também seleciona a ação, ou realmente segue a risca os dois períodos acima dos 90??

    Att,

    Eduardo L Zonatto

    • 16 de outubro de 2016 às 13:18

      Fala Eduardo, obrigado!
      Eu busco por um OU outro acima de 90, mas dou prioridade pro papel que tiver os dois acima de 90. Quando um papel está começando um movimento forte ele pode se destacar dos outros e ter um FR 6M bem alto porém o FR 12M ainda não, mas é uma ação interessante de comprar. O contrário também, uma ação pode estar subindo forte há mais tempo, tendo FR 12M alto, porém entrado numa congestão lateral por algumas semanas ou poucos meses recuperando fôlego, deixando-a com um FR 6M menor, e um rompimento dessa congestão pode continuar o movimento forte de antes. Portanto são situações interessantes também, mas se tiver opções e tiver que escolher, eu prefiro as com ambos acima de 90.
      Abração!
      Rodrigo

  6. EDUARDO L. ZONATTO
    19 de outubro de 2016 às 7:55

    Fala Rodrigo, mais uma dúvida meu caro,
    Você sabe se tem algum site que forneça a variação dos preços dos últimos 6 e 12 meses sem ser direcionado para algum software especifico? Atualmente utilizo o HB da XP, com gráfico XP PRO, la não tem a base de dados para calcular a FR, dei uma olhada nos sites que vc colocou aqui, mas esses são direcionados para o MetaStock ou outro programa em específico. Achei muito interessante a analise da FR mas ainda não consegui achar os dados para usá-la. Se puder ajudar agradeço. Ah e com qual periodicidade vc atualiza os dados??
    Obrigado;

    • 20 de outubro de 2016 às 10:17

      Cara, sem software fica um pouco mais difícil, porque ele já facilita o processo manual para você. Acho difícil algum site fornecer esses dados prontos, pois a idéia é de um autor americano e acho que não ficou famoso por aqui. No site do autor ele já dá tudo pronto, mas só pro mercado americano. Eu já procurei aqui isso no passado e não encontrei. O Metastock ajuda demais nesse aspecto.
      Manualmente você pode ver aqui no site da Bovespa: http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/servicos/market-data/historico/mercado-a-vista/cotacoes-historicas/ , onde você faz download das cotações históricas e tem o tutorial de como importar pro Excel. Mas vai dar um certo trabalho porque todo mês você vai ter que baixar os dados mais recentes. Mas é possível.
      O MetaTrader5 é gratuito na corretora XP, deve dar para extrair essa informação dele e jogar para um Excel, mas não sei se será tão fácil quando o Metastock, teria que dar uma fuçada. Talvez depois de pronto, a revisão mensal seja muito mais fácil que da forma manual.
      Eu atualizo a FR e ADX na minha planilha no fim de cada mês. Normalmente a variação não é tão grande ou relevante a ponto de ficar toda semana fazendo. No máximo a cada quinzena seria legal. Mas no gráfico semanal tudo é mais lento e tranquilo!
      Abração!
      Rodrigo

  7. Joao M
    26 de julho de 2018 às 22:21

    Oi Rodrigo, boa noite.

    Não entendi porque você usa o SAR. Não seria melhor ser minimalista, simplificar ao máximo o sistema e reduzir o número de indicadores? Para indicar tendência a média móvel não seria suficiente?

    Você já fez algum teste utilizando uma pré-seleção com base em Análise Fundamentalista?

    • 26 de julho de 2018 às 23:02

      Fala João, boa pergunta!
      Concordo totalmente com você, inclusive é a minha visão também. Porém para não ser tendencioso fiz vários testes possíveis independente do que eu achava ou não. Inclusive vários testes que eu esperava que melhorasse bastante os resultados não o fizeram, por isso deixei o emocional e o desejo de lado e segui estritamente o racional baseado nos resultados dos testes. E quando testei dezenas de filtros, por menor que seja a melhoria aparentemente de incluir o Parabolic SAR e mesmo talvez a média móvel, os testes mostraram uma melhoria interessante em colocar esses 2 filtros complementares, portanto assim o fiz. Mesmo no fundo achando quase irrelevante ou redundante, acabei optando por seguir os resultados dos testes e mantê-los.
      Já fiz testes manuais seguindo a metodologia fundamentalista do CANSLIM, do William O’Neil, mas não surtiram efeitos interessantes na Bovespa, por isso não aderi a nenhuma condição fundamentalista.
      Abraços!
      Rodrigo

  8. Reinaldo
    4 de novembro de 2018 às 1:23

    A mm9 pode ser usada para forex, para confirmar entradas ,no rompimento de figuras,ou no inicio de reversão de tendências, independente do tempo do gráfico, m15 h1,qual a taxa de acerto?

    • 6 de novembro de 2018 às 1:17

      Oi Reinaldo. A MM9 pode ser utilizada de diversas formas, inclusive para day trade. Pode ser utilizada para confirmar rompimentos de figuras, validando se ela está na mesma direção do rompimento e se o preço está acima da MM. Também é utilizada bastante em day trade o setup de virada da MM9, quando a MM vira para cima, faz a compra no rompimento da máxima do candle onde ocorreu a virada, e o contrário para venda.
      Mas eu ainda não opero Forex e também não opero day trade em futuros BM&F (índice e dólar) com médias móveis, nos meus testes eles não foram eficazes. Então não posso te dar números.
      Eu só utilizo a MM9 nesse meu setup para position trade, para confirmar o movimento de curto-médio prazo da ação.
      Abração!

  1. 30 de novembro de 2016 às 15:32

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: