Introdução

Nesta seção vou dar uma introdução sobre minha metodologia de trading na bolsa de valores.

Caso não tenha lido sobre mim na página Autor, recomendo a leitura antes de iniciar na estratégia para que o leitor possa conhecer o meu perfil, como enxergo o mercado e quais são meus objetivos.

Em primeiro lugar quero deixar claro que todo o conteúdo do blog é gratuito. Toda minha estratégia do início ao fim está nessa e nas próximas páginas, não há nada escondido que guardo só para mim, o famoso “pulo do gato”. O que eu uso é o que vou descrever. Eventualmente faço novos testes em operações a fim de melhorar a estratégia e se eu resolvo incorporar definitivamente, eu atualizo o blog com as novas informações. Não tenho intenção de vender nada a ninguém, nunca tive e nunca terei. Minha mentalidade foi sempre ganhar dinheiro do mercado e não das pessoas. Não quero vender conhecimento se posso simplesmente fornecer sem custo e dessa forma atingir um público maior.

Mas será que uma estratégia gratuita, dada assim, é boa e vale a pena? Será que dá dinheiro mesmo? Bem, aí cada um tem que tirar suas própria conclusões. Como não estou querendo vender nada, não vou ficar me gabando nem contando vantagens. O que eu ofereço nesse blog é transparência. Todo histórico das minhas operações desde 2013 está nos posts desse blog. Eu sempre posto as ações que estou olhando para comprar, posto quando compro e depois quando vendo. Então quem quiser conferir basta estudar operação a operação que fiz no passado. Nas páginas mais à frente eu também disponibilizo uma planilha com todas minhas operações históricas para facilitar o estudo a quem interessar, bem como a rentabilidade da carteira anual. Em vários posts e páginas há também comentários de vários amigos que nos acompanham há algum tempo, também pode perguntar para eles o que acham. Outra coisa importante é que nunca quebrei na bolsa, nem perdi muito dinheiro a ponto de me complicar financeiramente ou emocionalmente, como boa parte dos traders ou investidores já fizeram. Mas como eu disse na página anterior do Autor, o recomendado é sempre cada um estudar e tirar suas próprias conclusões, nunca seguir ninguém cegamente. O que posso dizer da minha evolução financeira é que comecei do zero em 2007 com muito pouco dinheiro e ao longo desses anos todos, somando os aportes realizados com a rentabilidade obtida (bem maiores que os aportes), estou cada vez mais próximo da minha Independência Financeira, o que considero somente questão de tempo para atingir. Então sim, eu considero esse material e estratégia um bom ponto de partida para fazer trades de longo prazo em ações e estou muito feliz com os resultados obtidos por ela. Não desmereça um conteúdo somente porque é gratuito!

Então agora vamos lá!

_

Introdução sobre a estratégia

Considerando tudo que já vi no mercado, vários tipos de escolas, estratégias, métodos, etc, eu considero a minha estratégia bem simples. Não precisa de ter formação específica como administração ou economia, não precisa ter nenhuma aptidão nata para bolsa de valores e também não precisa ser nenhum gênio. Qualquer pessoa com interesse consegue aprender e por em prática tranquilamente e com ótimas probabilidades de ter bons lucros ao longo dos anos. Também não demanda anos de estudo intenso, dependendo da dedicação inicial e comprometimento da pessoa ela já consegue começar a investir em semanas ou poucos meses.

Mas não se iludam, nunca será igual um produto de banco que você clica num botão no internet banking ou manda o gerente investir. Eu disse que é simples, porém deverá haver estudo, principalmente no início para os que não conhecem nada sobre bolsa de valores. No início será necessário algumas horas por semana para aprender e se desenvolver, depois que já tiver prática, um acompanhamento semanal de 30 a 60 minutos no fim de semana já será suficiente.

Para aqueles que já tem mais experiência no mercado e muito conteúdo aprendido, ou mesmo para os novatos que esperam aprender mega análises para ser possível vencer no mercado, não despreze a simplicidade da estratégia! Aqueles que usam técnicas avançadas e complexas, bem como fazem análises super detalhadas do chão ao teto da empresa que demoraram semanas ou meses (por empresa!), podem se surpreender com uma forma muito simples porém bem embasada e comprovada estatisticamente e historicamente de fazer dinheiro investindo em ações. Eu arrisco a dizer que pode ser mais lucrativo que a grande maioria das formas de investir para longo prazo! Portanto eu só peço que tenham a mente aberta, deixe de lado idéias pré-concebidas e siga comigo!

_

Modelo de análise

Eu analiso as ações através da Análise Técnica para identificar oportunidades de compra e venda. Não me interesso e não uso a Análise Fundamentalista ou Análise de Notícias para tomar decisões no mercado. Não presto atenção a notícias de nenhum tipo que saem na mídia, elas não me influenciam a tomada de decisão. Não analiso balanços ou qualquer relatório das empresas, para minha estratégia eles não são necessários, o que é uma grande vantagem pois eles demandam muito e muito tempo. Não acompanho relatórios, projeções ou notícias de economia, política nacional ou internacional. Para mim só importa os gráficos de preços das ações.

Um conceito básico da Análise Técnica é que tudo está descontado no preço. Todas expectativas futuras da empresa, da economia, do país, do mundo, medos, otimismo, etc etc etc, tudo que pode afetar a empresa em questão já está refletido no preço da ação. Notícias que saem na mídia, balanços, divulgações e outras informações da empresa, tudo está descontado no preço. O preço de uma ação já é a soma de valor presente somados (ou subtraídos) todos os outros dados possíveis do mercado. Portanto eu me baseio somente na Análise Técnica para toda a tomada de decisão e nada mais, e esse é um dos motivos que deixa a estratégia de investimento muito mais simples.

Isso não significa que a Análise Técnica seja melhor que as outras ou seja a única correta. Respeito as outras escolas e acredito que possam ser boas também, porém acho que são muito mais arriscadas que a Análise Técnica quando os preços das ações compradas não vão na direção esperada. Em crises então nem se fale. Simplesmente essas outras escolas não são o meu perfil e preferência. A Análise Técnica oferece a melhor relação risco/retorno dentre elas, onde podemos ter altos ganhos comprando ações em boa fase e ao mesmo tempo ter um risco bem controlado de perdas.

Eu acho que o mais importante ao investir em renda variável é se sentir confortável e seguro na análise, tomada de decisão e durante toda a operação. Se não se sentir confortável é melhor não operar, estudar mais ou mudar a forma de análise e controle de risco.

_

Tipo de estratégia

Na minha opinião o tipo de estratégia mais rentável e também as mais fáceis são as de longo prazo, onde permanecemos com uma ação por meses ou anos. Dessa forma conseguimos pegar todo um movimento de alta de uma ação, sem se importar com oscilações menores de preço, além de gastar muito pouco com corretagem. Essas operações podem nos render 50%, 100%, 200%, 500% ou mais ainda. Naturalmente para que se ganhe dinheiro nessas operações, devemos comprar uma ação e esta deve subir durante o período que estamos com ela. São essas as minhas operações preferidas. O perfil das ações que busco comprar é o que chamo de “fogueteiras”, são ações que possuem uma boa chance de valorizar muito fortemente ao longo dos meses e anos, detalharei isso mais a frente.

As operações de longo prazo são mais fáceis de acertar do que as de curto prazo, não há influência da volatilidade ou “ruído” do curto prazo, os gráficos de preço são mais fáceis e harmônicos para visualizar.

Investir com essa abordagem eu acredito que é viável para qualquer pessoa, mesmo quem não tenha aptidão para o mercado, pois são tipos de estratégias muito simples de analisar e decidir quando comprar ou quando vender, além de um extremo controle do capital para que não haja perdas substanciais.

Sempre faço uma gestão ativa da carteira de ações, ou seja, não é um buy & hold que vou ficar necessariamente anos segurando uma ação. Dependendo do comportamento da ação posso decidir vendê-la caso o gráfico indique que ela não está mais interessante ou que a tendência de alta está revertendo.

_

Disciplina

Eu estou sempre seguindo a minha estratégia, independente se é ano de eleições, se o país ou mundo está em crise, se a economia está mudando, se o presidente está propondo tais medidas, se o governo quer aprovar tais leis, se notícias ou “especialistas” estão dizendo que a bolsa está cara, que está formando uma bolha, se a economia está indo bem ou mal, ou qualquer outro fator. Eu basicamente estou investindo em ações a todo momento, sempre buscando boas oportunidades de investimento nas centenas de ações disponíveis. Sempre estou buscando oportunidades de compras seguindo meu método e nunca vendo a ação antecipadamente por causa de outros fatores. Minha estratégia que me dirá se vou comprar, vender ou ficar de fora só olhando a qualquer momento. Nenhum fator externo me dirá isso ou alterará a decisão técnica.

Mesmo que eu esteja investido em várias ações com uma boa parcela do meu capital e apareça uma crise, como já vivenciei em 2008 e 2020, meu sistema operacional vai indicar venda em determinado ponto quando as ações começarem a cair e portanto encerrarei todas minhas posições tranquilamente caso isso aconteça. Independente se é uma crise generalizada ou não, toda ação que esteja subindo por algum tempo, em algum momento irá parar e irá começar a cair substancialmente, mesmo que de forma temporária.

Eu sempre uso ordens de vendas automáticas na corretora (stop), portanto não preciso ficar esquentando a cabeça durante a semana se minhas ações estão caindo ou não, pois alguma cair até determinado ponto ela já venderá automaticamente. Já vi algumas pessoas tentarem adivinhar bolhas, crises, recessões ou simplesmente o fim do movimento de alta da bolsa e por isso ficaram de fora do mercado. Essa situação ocorreu no início de 2018 e vi pessoas ficarem sem ações em carteira em 2018 e 2019, o que acabou sendo dois excelentes anos de rentabilidade e oportunidades. Eu nunca tento adivinhar o que o mercado vai fazer, eu simplesmente sigo o que ele está fazendo, simples assim. Na minha experiência, os que tentam adivinhar pagam um preço muito mais caro.

Basicamente o único cenário que me faz ficar de fora do mercado, sem ter nenhuma ação em carteira, é durante essas crises mundiais mencionadas. Nessas situações, TODAS ações caem, não sobrando nenhuma fazendo movimentos de alta, portanto não gerando nenhuma oportunidade de investimento. Então nesses casos deixo o dinheiro em uma renda fixa qualquer até a queda generalizada acabar e o mercado começar a retomar os movimentos de alta. Ou seja, as quedas de crises podem durar o tempo que for e com a intensidade que for, como ficarei de fora do mercado só olhando tudo caindo, não perderei nada de dinheiro. Eu NUNCA fico posicionado ou compro uma ação que está caindo sem parar, esperando o preço voltar, saindo da função investidor e virando torcedor. Lugar de torcedor é no estádio de futebol, não na bolsa de valores. Os que sobrevivem na bolsa são os que protegem o capital a todo custo. Muitos dos que não pensam assim não estão mais no mercado para contar história.

Há também a opção de operar vendido em época de queda da bolsa. Nessa modalidade, nós alugamos a ação desejada e vendemos na bolsa. Considerando que a a ação tenha caido, nós a recompramos no mercado e devolvemos para quem alugamos, dessa forma lucramos com a queda da ação! Porém esse tema não será discutido em detalhes aqui.

_

Sentimento sobre as empresas

Eu não tenho apego a nenhuma ação ou empresa. Para mim o que importa ao comprar uma ação é que o preço dela aumente e um tempo depois (meses ou anos) eu a venda por um preço maior do que eu paguei. Só isso. Quanto maior o percentual de subida entre a compra e a venda, melhor.

Eu não importo que empresa é, se é boa ou não, se tem bons fundamentos ou não. Eu não quero casar com nenhuma empresa! Não me importa o porquê o preço da ação está subindo, e sim que ela ESTÁ subindo! O motivo não me interessa. O que importa é o preço dela subir e me dar lucro. Se é a Petrobrás, Vale, Itaú, Embraer, Supermercado do Zé, Churupira do Sertãozinho do Norte, pra mim tanto faz. O nome da empresa não me interessa, tendo 4 letras e 1 número pra mim é o que importa!

Eu não quero comprar uma empresa, eu quero comprar o gráfico daquela ação. Eu não quero ser sócio de nenhuma empresa! Eu quero alocar meu dinheiro em ações com forte potencial de crescimento e quando esse crescimento acabar, não me interessa mais, aí quero trocar por outras oportunidades melhores. E para detectar esse forte potencial de crescimento, fazendo a caça às fogueteiras, não é necessário saber qual empresa é, qual segmento dela ou nenhum outro detalhe da empresa!

Às vezes quando mostro para alguém a minha carteira de ações, a pessoa me pergunta: “Que empresa é essa XYZW4?”, e algumas vezes minha resposta é: “Não faço a menor idéia!”. Resumindo, eu compro o gráfico e não a empresa.

Sei que isso tudo parece meio radical ou estranho para muita gente, porém como disse anteriormente, tenha uma mente aberta e vá seguindo!

Obviamente tenho alguns cuidados básicos na escolha das ações, como a liquidez das ações e se a empresa não está a beira da falência, mas esses pontos nota-se através dos gráficos também.

_

Trader x Investidor

Outro tema que é polêmico é que tecnicamente eu não sou um investidor na bolsa de valores, eu sou um especulador, ou trader, mesmo se tratando de operações de longo prazo.

E antes que alguém pense mal de mim por causa dessa palavra, o especulador nada mais é do que uma pessoa que quer lucrar pela diferença de preço da compra e venda de algum ativo. Acredito que a maioria das pessoas seja especulador e nem saiba. Especulador não é uma pessoa má, como alguns tem a impressão ao ouvir essa palavra. É simplesmente uma pessoa que tem um estilo de análise diferente de um investidor. Olhando o significado da palavra “especular” no dicionário Aulete, temos: “Fazer transações financeiras para lucrar com flutuações do mercado”. Uma pessoa que invista em imóveis, comprando um apartamento em construção ou um terreno em um novo loteamento para vender depois de alguns anos por um preço maior, também é um especulador! O especulador existe em todos os mercados e é muito mais comum que pensamos!

O investidor quer ser sócio de uma empresa, comprar uma ação e ficar por anos ou até décadas, muitas vezes até com objetivo de deixar de herança para os filhos. O especulador, ou trader como costumamos falar, tem uma mentalidade muito diferente. O trader busca fazer operações em condições técnicas favoráveis e quando essas condições deixam de existir ou então algum objetivo de lucro é atingido, ele encerra a operação. Traders nunca ficam posicionados em uma ação eternamente. E trader não significa que é de curto prazo, como day trader ou swing trader. O trader pode ser de qualquer prazo operacional, desde comprar e vender no mesmo dia até comprar e vender meses ou anos depois, que é o caso da minha estratégia, classificada como position trading.

Ou seja, em termos simples, pra mim não importa quem é o presidente da empresa que estou comprando, quanto ela está lucrando por ano, se o lucro está aumentando, se o dólar está influenciando a empresa, se a dívida da empresa está diminuindo, se a Europa está influenciando, etc etc etc. Isso tudo seriam preocupações de um investidor, que está querendo ser sócio da empresa. Eu não quero ser sócio da empresa, eu simplesmente quero comprar uma ação a um valor X e depois vender a 2X ou 4X. Simples assim, sem apego, sem querer ficar com a ação pra sempre só porque a empresa é linda, bem conceituada ou famosa. Me deu lucro, ótimo! Deu a hora de sair e partir pra outra, vendo sem pestanejar. Isso é o importante pra mim. Isso é ser trader ou especulador.

_

Bons fundamentos indiretamente

Fiz o seguinte estudo uma vez a mérito de curiosidade: peguei a lista de empresas que tinha selecionado para comprar para longo prazo e consultei os fundamentos de cada uma delas. O resultado que obtive foi: a maioria tinha bons ou excelentes fundamentos básicos. Minha conclusão foi que meu método de escolha das ações para longo prazo utilizando a Análise Técnica acaba selecionando implicitamente empresas com bons fundamentos! E empresas que já estão com o preço das suas ações em tendência de alta, aumentando a probabilidade para o ganho de longo prazo na variação dos preços, que é o que vai fazer entrar dinheiro na minha conta, aumentar meu patrimônio.

Outra coisa muito interessante que observei ao longo dos anos é que às vezes os resultados de uma empresa não está nada bom, lucros reduzidos ou até prejuízos, dívidas aumentando, dentre outros. De repente a ação começa a subir fortemente e consistentemente. A grande maioria não compraria porque os fundamentos da empresa estão péssimos. O que o investidor pessoa física não sabe é que há certos tipos de informações sobre as empresas que não estão divulgadas em nenhum lugar, que não está publicado no RI de nenhuma empresa. Algumas restruturações profundas ou grandes inovações que ainda não viraram públicas, o público em geral só ficará sabendo depois de meses do acontecimento ou do início do planejamento. Enquanto isso insiders já estão comprando a rodo! E o gráfico está dizendo isso! O dinheiro esperto está entrando.

Portanto, apesar de não ser uma regra, uma empresa com maus fundamentos onde os preços de sua ação esteja subindo fortemente, de preferência com alto volume, pode querer dizer que vem novidade a frente, e quando todos ficarem sabendo já pode ser tarde demais, ou no mínimo já passado da metade do movimento de alta. Da mesma forma que se alguma empresa está fazendo restruturações porém ainda sim não está bem vista aos investidores, os preços podem ficar no mesmo patamar. O que quero dizer é: o que dá lucro pro investidor é a variação de preços da ação, portanto o gráfico de preços que irá mostrar se os grandes investidores estão apostando fortemente nessa empresa ou não.

Fiz um post bem interessante sobre esse tema que vale a pena a leitura: Há relação entre o lucro da empresa e o valor da ação?

Uma vez saiu uma matéria em uma revista especializada sobre os fundos de ações mais rentáveis daquele último ano e em quais ações cada um deles estava apostando. Para minha surpresa vi que a boa parte delas eram ações que eu também tinha em minha carteira, ou estava prestes a comprar pelo meu método.

_

Notícias

Acompanhar determinadas notícias bem específicas podem até ser úteis, mas normalmente mais atrapalham do que ajudam, principalmente porque a maioria é atrasada e os preços já contemplam essas notícias. Um exemplo de notícia que poderia ser útil é quando uma empresa anuncia um OPA (anúncio de fechamento do capital na bolsa, ou recompra das ações em circulação). Pode ser útil, ou não. Talvez se eu soubesse da intenção do OPA eu poderia ficar de fora de uma ação para evitar a volatilidade ou uma possível queda abrupta.

Mas vejam os 2 exemplos abaixo, um com PPLA11 e outro com UNIP6, as setas azuis indicam as datas que foram anunciados os OPAs. Enquanto evitar uma operação na PPLA11 faria deixar de perder um pequeno percentual (com o devido stop), evitar uma operação em UNIP6 faria deixar de ganhar um enorme lucro na casa de centenas percentuais.

PPLA11:

UNIP6:

Por isso eu sigo meu lema de não prestar atenção a nenhum tipo de notícias, nem para filtrar ou selecionar ações, nem para decisão de compra nem de venda. Sigo fielmente a estratégia de forma mais técnica possível. É assim que eu gosto e é assim que eu me sinto confortável em fazer.

Eu acho bem perigoso ficar vendo notícias de empresas que temos em carteira ou que pretendemos comprar, ou então ficar pegando opiniões em forums, grupos de whatsapp ou mídias sociais, etc. Temos que ter uma estratégia bem definida e segui-la. Temos que comprar e vender uma ação nos momentos que a estratégia indicam. Ficar ouvindo opiniões pode nos gerar insegurança, medo e indecisão sobre nossa estratégia e podemos decidir não comprar uma ação ou até vender antes do tempo por opiniões alheias e na grande maioria das vezes isso será uma péssima decisão.

Nas próximas páginas vou detalhar mais a estratégia que utilizo.

_

Conhecimento básico de Análise Técnica e Bolsa de Valores

Estou supondo que o leitor já tenha conhecimento básico de Análise Técnica como leitura de gráficos, conceitos de movimento dos preços em ondas, suporte, resistência, tendência, médias móveis, indicadores em geral, etc. Também estou supondo que o leitor tenha conhecimento básico da terminologia, funcionamento e operação da B3 (Bovespa). Meu intuito aqui no blog não é ensinar essas partes, visto que há inúmeros materiais gratuitos que explicam tudo isso. Se não for o caso, recomendo estudar esses temas básicos antes de continuar na estratégia senão o entendimento não será completo.

Sobre Bolsa de Valores recomendo a palestra Desmistificando a Bolsa de Valores, para ser assistido primeiro. Na sequência a palestra Introdução à Análise Técnica. Ambas são gratuitas e disponibilizadas pela Focalise.

Há também o curso gratuito Aprenda os Primeiros Passos para Começar a Investir na Bolsa de Valores com Segurança, disponibilizado pelo Rogério Passos, um complemento e reforço dos outros dois com um pouco mais de profundidade em alguns temas.

Recomendo assistir a esses 3 conteúdos antes de continuar, para os que não têm esses conhecimentos.

Outros cursos gratuitos alternativos referente aos mesmos temas acima:

Curso Investindo na Bolsa de Valores disponibilizado pelo André Moraes.

Curso Aprenda Análise Técnica – Curso Gratuito disponibilizado pelo Portal do Trader.

_

Clique aqui para continuar para “Proteção do Capital”.

Abraços a todos,

Rodrigo Sibin Lichti

  1. 12 de janeiro de 2016 às 11:38

    Caro Rodrigo, parabéns pelo site e por compartilhar seu conhecimento. Essa introdução é a mais pura verdade, dita com sinceridade acredito, que me remete ao minha pequena e simplória experiência iniciante com o mercado. Tive que aprender da forma mais dolorida assim como muitos, perdendo dinheiro. Mas agora um pouco mais experiente e buscando mais conhecimento quero voltar ativa. Como diz um amigo meu que também opera, o primeiro stop é sempre o mais barato… e é verdade.

    abraços e bons trades

    • 12 de janeiro de 2016 às 15:55

      É isso aí! Cada um tem sua experiência própria para ir moldando suas conclusões. As vezes só na teoria sem tomar um prejuízo a pessoa não toma consciência de algumas lógicas e probabilidades de ganhar ou perder dinheiro.
      Obrigado, abraços!

  2. Daniel
    14 de agosto de 2017 às 17:08

    Parabéns Rodrigo, muito bom seu site, obrigado por compartilhar seu conhecimento.

    Desejo Sucesso a você!

    • 14 de agosto de 2017 às 21:20

      Muito obrigado veja visita e pelo comentário Daniel!
      Muito sucesso na empreitada você também!
      Rodrigo

  3. Agnes
    2 de fevereiro de 2021 às 19:10

    Acabei de chegar, mas já estou adorando seu Blog! ainda bem que me indicaram esta página. Uma corrente do bem que só tende a prosseguir

    • 2 de fevereiro de 2021 às 20:39

      Olá Agnes, que bom que está gostando! Qualquer dúvida ou comentário vai escrevendo e vamos conversando.
      Abraços

  4. SERGIO
    9 de fevereiro de 2021 às 16:48

    Muito bom seu conteúdo, comecei a ler!!!!Parabéns pela formato objetivo e muito esclarecedor!!!

  5. Izael Ribeiro dos Santos
    30 de maio de 2021 às 9:13

    Pura filosofia Trend Following. Muito bom.

  6. Ricardo Marostiga Bazzo
    6 de junho de 2021 às 20:16

    boa noite, conteúdo de extrema valia, tá de parabéns…

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: