Tendências de alta ideais

Para deixar mais claro o tipo de ação e gráfico que busco, vou mostrar alguns exemplos que considero tendências de alta ideais.

Para a análise dos gráficos durante a seleção das ações eu sempre utilizo a periodicidade (timeframe) semanal. Os gráficos semanais são mais harmônicos e limpos, tirando boa parte do ruído que acontece no curto prazo quando se olha no gráfico diário. Fica muito mais fácil analisar tendências olhando no gráfico semanal.

Uma tendência ideal para mim apresenta as seguintes características:

  • Preços sobem rapidamente em curto período de tempo
  • Muitos candles grandes de alta formados predominantemente de corpo
  • Poucos candles de queda e a maioria de baixa amplitude
  • As expansões de alta dos preços são agudas (íngrimes)
  • As correções de queda são leves, às vezes formando uma leve consolidação ao invés
  • Poucas sombras na maioria dos candles
  • Vários candles semanais de forte altas seguidos

Abaixo mostro alguns gráficos para facilitar a visualização e estudo desse conceito de tendência ideal.

HGTX3:

MGLU3:

TRIS3:

SIMH3:

JHSF3:

ENEV3:

UNIP6:

LCAM3:

Como pode ser visto há uma certa semelhança entre os gráficos.

Esses são os meus tipos preferidos de ações, são as tendências que busco entrar para obter ótimos lucros. Através do meu método, especialmente com o uso do FR já explicado anteriormente, consigo comprar praticamente todas as ações que fazem movimentos de alta explosivos assim, as “fogueteiras, e algumas delas relativamente bem no início da tendência de longo prazo (mas nunca tentando acertar fundo!).

Agora vamos comparar a gráficos também em tendências de alta porém que não são as ideais para mim, geralmente de blue chips.

ITUB4:

VALE3:

CSAN3:

SUZB3:

LREN3:

USIM5:

Podemos ver que são ações também em tendência de alta porém com padrões de movimentações dos preços bem diferentes, bem como os padrões dos candles.

Apesar de obviamente ser possível ganhar um bom dinheiro com essas tendências, afinal é possível ganhar com qualquer coisa que se mova, eu não gosto desses tipos de tendências porque:

  • Geralmente o preço se move mais lentamente
  • As correções são maiores e portanto:
    • O stop inicial poderá maior
    • O stop móvel será mais fácil atingido
  • Os rompimentos dos topos anteriores dão mais sinais falsos
  • É difícil surfar a tendência inteira sem tomar stop no meio dela nas correções mais fortes, dessa forma seria necessário fazer novas entradas nas retomadas da tendência e portanto seria difícil piramidar compras ao longo da tendência
  • Para ter melhor aproveitamento dessas ações seria melhor usar um stop móvel mais largo, mais longe dos preços

Acabei mencionando alguns detalhes mais técnicos da estratégia, que serão abordados nas próximas páginas. Se necessário volte nesses pontos após a leitura deles.

Então após fazer a seleção das ações conforme detalhado na página anterior, sobrará uma lista de 10 a 20 ações onde precisarei escolher quais irei priorizar. O FR é o principal balizador, onde geralmente dou prioridade para as ações com FR maiores. Outro ponto importante para mim é o volume médio diário, que prefiro os menores. A análise final da seleção das ações será baseado nos gráficos, buscando as que estão subindo mais forte mas também que estão fazendo tendências de alta mais harmônicas e estáveis principalmente na questão de correções. Às vezes eu também tiro o zoom do gráfico ou movo o gráfico para as datas mais antigas recentes (alguns anos) para ver o padrão de movimento da ação.

Com as ações que me interessam em mãos, agora estou pronto para pesquisar quais se encontram nas condições de meu setup para que eu possa comprar.

Clique aqui para continuar para “Setup – Entradas”.

Abraços a todos,

Rodrigo Sibin Lichti

%d blogueiros gostam disto: